Vidas no vendaval

Talvez você seja um cristão por anos a fio. Talvez já tenha visto grandes bênçãos de Deus em sua vida e mesmo na vida de sua igreja. Mas, hoje, entretanto, você pode estar cercado de dificuldades e aflições.As bênçãos e a alegria da vida, bem como a companhia de Deus, podem ter se dissipado no mau tempo que advém a todo aquele que se dispõe a navegar no barco da vida. E pode ter restado unicamente a solidão em meio ao vendaval.Assim aconteceu também com os discípulos a quem Jesus ordenava que atravessassem o Mar da Galiléia, enquanto Ele se despedia das multidões.

Eles obedecem Sua ordem, entretanto são acometidos de um vento que lhes impede de prosseguir. Neste angustioso momento, os discípulos vêem a Jesus e uma nova perspectiva para suas vidas raia em uma noite sombria.Você pode ser um cristão que perdeu sua perspectiva, de modo que, os ensinos e ordens de Jesus são apenas uma tênue lembrança que o furor das ondas bravas apagou. Ondas que numa grande cidade transformam homens e mulheres em seres insensíveis, onde a luz do Evangelho deixou de penetrar.A você que, agora navega neste barco, o meu desafio é de um posicionamento sério, de ver a Jesus e de clamar por socorro agora mesmo! Um desafio de fé para vencer o que lhe parece impossível, vencer as ondas de uma cidade que mata seus moradores de inanição sensitiva, de ausência de Deus, e clamar a Deus por socorro até ouvir Jesus dizer: Vem!

Eli Moreira

Continuar lendoVoltar para a home